Editorial

Nas conversas dos antigos o Pontão das Vinhas, é descrito como o sítio, de onde saia o belo néctar báquico. Hoje do sítio resta o nome, a vinha há muito que foi arrancada. Nesta Terra de apreciadores do precioso liquido, este sitio, obra de um grupo de carolas, transporta para a rede o espírito de uma vila milenar, outrora berço de grandes “pomadas” e episódios marcantes na História de Portugal.
Este espaço pretende ser um ponto de encontro de veirenses (e não só), acima das diferenças politicas, futebolísticas, de cor, credo, ou género. Um Sitio para os amantes do vinho, sem pedantices, ou preciosismos técnicos, onde todos são bem vindos.
Todos os produtores que queiram ver uma prova dos seus vinhos, contacte com: pontaodasvinhas@gmail.com
Myspace Layouts

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Prova à Quinta - Borba Reserva 2005 (rótulo de cortiça)






Região: Alentejo DOC

Produtor: Adega Cooperativa de Borba.

Castas: Aragonês, Trincadeira, Alicante Bouschet, Castelão.

Alc: 13,5º

Preço: 9€

Nota de Prova: 16,5.

Esta prova vem na sequência do desafio que o Copo de 3 lançou aos enófilos, na semana passada. O objectivo é provar e postar um tinto clássico de uma região portuguesa e obviamente a minha escolha foi este Borba Reserva 2005, pelas seguintes razões:
1- Uma imagem de qualidade com mais de 45 anos que granjeou gerações de seguidores;
2- As castas utilizadas são as tradicionais do Alentejo "autêntico" sem tourigas, cabernets, syrah's ou outras coisas exóticas;
3- O perfil do vinho. Abrir uma garrafa de rótulo de cortiça é sempre uma viagem ao passado, ao Alentejo dos anos 60, 70, à autenticidade e carácter dos nossos néctares.

O vinho apresentou uma cor rubi, com algumas nuances acastanhadas. No nariz, muito agradável, fruta, alguma passa, balsâmicos, madeira. Na boca mostrou-se um tinto cálido e envolvente, taninos finos, muito fresco, boa acidez e os apontamentos balsâmicos no final, cheio de carácter. Acompanhou com grande dignidade um assado de borrego no forno, durante um jantar de família.

Um tinto que sem dúvida define o perfil clássico de uma região.

2 comentários:

Hélder Caldeira disse...

Caro amigo!

O Rótulo de Cortiça é de facto um clássico do nosso alentejo e concordo quando dizes que ao abrir uma garrafa se faz uma verdadeira viagem. Lá em casa este é o vinho oficial de 2 pratos oficiais do Alentejo. O assado de borrego e melhor ainda o Ensopado de borrega da minha mãe que é o melhor do mundo. Que me desculpem a outras mães!!
Fica Fantástico!
Boas provas!

jose maria painha disse...

Meu caro.

È de facto um vinho muito especial, para os belos ensopados e assados de borrego, um néctar a ter em conta para páscoa.
Um tipo de vinhos que é necessário valorizar no nosso Alentejo, são estes que nos definem como região vinícola.

PS: tal como o Quinta da Cabaça.

Abraço